quarta-feira, abril 8, 2020
Home > Artigos > [Gestão financeira] Como diminuir os gastos no meu escritório?

[Gestão financeira] Como diminuir os gastos no meu escritório?

MEI pode abrir e encerrar contas por meio eletrônico

Você profissional contábil sabe bem que a situação econômica não é das melhores, mas mesmo assim, sabe que não é hora de abaixar a cabeça e sim levantar e superar essa crise. Possuir uma Gestão Financeira eficiente garante bons resultados para a sua empresa.

Para ajudar você nessa tarefa, confira nossas dicas!

Por onde começo a organizar minha gestão financeira?

Antes de mais nada é importante prestar atenção aos pontos que colocarei aqui em baixo, leia todas elas, colocarei ainda dicas que um bom gestor precisa possuir e implantar para organizar toda a gestão da empresa. Confira!

O que é gerenciamento de dados?

Antes de adotar qualquer medida direta na gestão, o primeiro passo a ser dado é desenvolver entre os colaboradores uma cultura de gerenciamento de gastos, seja qual for o tamanho da equipe.

Começar por isso é fundamental, porque sem o apoio das pessoas você dificilmente conseguirá implementar qualquer prática de contenção de despesas, pois são elas que estão no dia a dia, lidando com materiais e processos.

A principal mensagem refere-se à otimização e ao envolvimento de todos nesse processo. Para que isso fique bem claro e não gere ruídos, explique bem os motivos.

A equipe precisa entender que isso não é algo ruim, mas, sim, benéfico e tem a ver com sustentabilidade e precaução. A finalidade é manter a saúde da empresa e promover um ambiente organizado.

Preciso contratar um contador?

Você deve estar se perguntando: se estamos falando em cortes de custos, qual o sentido de falar na contratação de um contador? É simples.

Contar com esse profissional não é um gasto, mas, sim, um investimento que, mesmo sendo relativamente alto, proporcionará ganhos a longo prazo.

Ter a ajuda de um especialista é fundamental, mesmo que existe na equipe alguém com conhecimento em finanças.

Um contador pode enxergar erros no seu planejamento financeiro que ninguém ainda havia visto, o que, no futuro, poupará sua empresa de prejuízos e gastos desnecessários.

Preciso implantar um sistema de gestão contábil?

Em paralelo à cultura desenvolvida junto aos funcionários e às medidas de contenção, implemente um software de ERP (Enterprise Resource Planning ou, em português, Planejamento dos Recursos da Empresa).

Trata-se de uma solução que permite gerenciar os dados de todos os setores de uma empresa de maneira integrada. Esta ferramenta possibilita o fluxo de informações de forma consistente, pois as etapas se completam e os processos se tornam mais claros.

gestão contábil

Quanto custa um software de gestão contábil?

São variados os custos demandados para a contratação, desde o investimento em infraestrutura, até o valor de customização do sistema.

Não se tem valores específicos, o valor varia de R$19,00, por exemplo, até acima de R$5.000,00, depende muito da sua empresa e características dela. Por isso vale a pena não ter medo de testar. Teste quantos software você puder!

Existem empresas de sistemas de gestão, que oferecem softwares totalmente integrados que aumentam sua eficácia gerencial, além de controlar todos os processos da sua empresa.

Há algumas ainda, que contam com um suporte diferenciado e ilimitado e uma equipe de especialistas prontos para te atender.  Quer saber mais sobre essas empresas? Clique aqui!

Existem custo com manutenção e suporte no sistema ERP?

Muitas empresas cobram um custo de manutenção, que pode variar conforme os módulos, tipo de licença adquirida e a manutenção realizada.

A maioria dos softwares ERPs oferecem sistemas de suporte e ajuda para os usuários, o que pode demandar custos mais elevados para a empresa.

Geralmente suportes “Premium” incluem treinamento e consultoria personalizada, com um valor a ser pago à parte.

Por isso, a pesquisa e teste é fundamental na escolha de um sistema de gestão ERP.

Existe empresas que oferecem suporte ilimitado e treinamentos eficientes, além de vídeos e fóruns atualizados, sem qualquer custo adicional. Clique aqui e saiba mais!

Um software contábil resolve os problemas do meu escritório?

Toda empresa precisa de planejamento para conseguir prosperar. Independente do seu tamanho ou área de atuação.

E sem sombra de dúvidas querem aumentar o faturamento e reduzir custos. Veja 4 vantagens de adotar um sistema ERP.

O sistema ERP (Enterprise Resource Planning), ao pé da letra, “planejamento dos recursos da empresa”, traz uma série de vantagens para as empresas conseguirem ter um maior controle de todo o negócio

Em relação aos gastos, o ERP gera economia porque elimina a necessidade de ter um sistema exclusivo para cada área e reúne tudo em apenas um lugar.

Além disso, a integração ainda otimiza e agiliza os processos, já que os setores disponibilizam nele seus dados e não precisam ficar solicitando uns aos outros.

Se a comunicação quiser imprimir uma revista para os funcionários, por exemplo, pode ir direto no sistema consultar a quantidade de colaboradores e os endereços, em vez de pedir essas informações para o RH.

Outra coisa que conta muito na hora de realizar a gestão da sua empresa, é se perguntar o qual bom líder você é? Está agindo da melhor maneira possível? Separamos as melhores dicas que todo empreendedor precisa saber. Confira!!

Como ser um bom líder e conquistar sua equipe?

Como ser um bom líder é uma dúvida frequente para empresários.

Muitos profissionais montam o próprio negócio, têm conhecimento técnico sobre o ramo de atuação, mas sentem que deixam a desejar quando o assunto é gestão de pessoas.

Como o trabalho da equipe está diretamente ligado à produtividade e à qualidade da empresa, o empreendedor precisa aprender a liderar os próprios colaboradores.

Por isso, veja neste post algumas dicas para se tornar um bom líder no seu negócio.

Como desenvolver a pró atividade?

O líder deve ser uma figura sempre presente na empresa. Ele deve conhecer os problemas do estabelecimento e, junto com os liderados, buscar soluções para o negócio.

O profissional que exerce a liderança deve ainda ser proativo diante dos desafios do cotidiano.

O bom líder precisa transmitir confiança para os subordinados mostrando que é capaz de conduzir a empresa para um caminho de sucesso.

Ao estar atento ao que ocorre ao seu redor, o líder proativo faz intervenções positivas no ambiente de trabalho, como ensinar para um funcionário a maneira correta de se fazer certa tarefa.

Como ser exemplo de responsabilidade?

O exercício da liderança, mais do que ser algo imposto, é uma capacidade que se adquire por meio do respeito e da admiração dos liderados.

Como cobrar uma meta de um funcionário se o próprio proprietário da empresa não cumpre os compromissos feitos?

Por isso, é tão importante que o bom líder seja um exemplo a ser seguido pelos colaboradores.

Quando o dono do negócio é responsável, ético e cumpridor das normas, ele transmite uma imagem positiva para os membros da equipe. Dessa forma, o líder propaga uma cultura de respeito dentro da empresa.

Devo SEMPRE agir com transparência?

Muitos gestores pensam que esconder os fatos do estabelecimento é melhor do que promover a transparência no ambiente de negócio. Porém, líderes que estão abertos ao diálogo criam melhores condições de trabalho dentro da empresa.

Nesse contexto, a transparência se torna o alicerce para um relacionamento de confiança mútua, que tende a se manter a longo prazo.

Com isso, os colaboradores se sentem participantes dos rumos do negócio e buscam contribuir para a melhoria da empresa.

Como motivar e engajar a equipe?

Uma equipe desmotivada trabalha com baixa produtividade e com qualidade insuficiente. O bom líder deve ser sensível para identificar o que motiva seus colaboradores para poder impulsionar seu desempenho.

Nesse sentido, donos de pequenos negócios têm mais condições de saber o que motiva a equipe, já que têm um relacionamento mais próximo com os subordinados.

Ainda assim, para aprender como ser um bom líder, você deve encontrar meios adequados para promover o engajamento dos funcionários na conquista das metas da empresa.

Como esses meios variam conforme o ramo de atuação e a composição da equipe, o líder deve estar atento aos anseios e comportamentos dos colaboradores.

Isso porque a motivação de um jovem solteiro, em início de carreira, pode ser bem diferente da motivação de um profissional casado, em torno dos 50 anos de idade.

gestão contábil

Deixe uma resposta